Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre pedido de prisão da reitora da Ufal

Atualizado em 15 de Março de 2019 às 18h18

Nota da Diretoria do ANDES-SN sobre o pedido de prisão da reitora da Ufal feito pela Adufal e pelo Sintufal e de solidariedade à reitora

     O ANDES-SN – Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – vem a público esclarecer que foi surpreendido com a notícia de que a ADUFAL e o SINTUFAL requereram judicialmente a “prisão da Reitora, do Vice-Reitor e dos Diretores dos Departamentos de Administração de Pessoal, além do Procurador” da UFAL, por entender que em uma conjuntura de ataque e retirada de direitos, em que a educação e as universidades vêm sendo desestruturadas e fortemente atacadas pelo conservadorismo, ações como essa contribuem para desmoralizar as instituições públicas. 
     Entendemos que em um contexto de justiça seletiva, sempre a favor dos interesses do capital, a luta do sindicato nacional e de suas seções sindicais deve acontecer no âmbito político, com intensificação da mobilização e dos enfrentamentos, respeitando a autonomia das entidades e os processos democráticos defendidos como princípios desse sindicato. 
     O ANDES-SN esclarece, ainda, que a ação realizada pela ADUFAL, seção sindical do ANDES-SN, não foi orientada e nem era de conhecimento da diretoria do sindicato nacional. 
     Esclarece, também, que o ANDES-SN possui entre seus princípios a defesa da autonomia universitária e se opõe historicamente a ações que possam violar tal princípio.
     O ANDES- SN reitera que a atual conjuntura exige a intensificação da luta contra todas as formas de perseguição e criminalização à(o)s docentes e a defesa intransigente dos direitos do(a)s docentes e da universidade pública, gratuita, crítica, laica e socialmente referenciada.

Brasília, 15 de março de 2019.

Diretoria do ANDES-Sindicato Nacional

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS